logo mobile

Imprimir

O que dizem os planos de governo dos candidatos ao executivo de Sergipe

.

Propostas foram apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral com promessas para áreas como economia, segurança, saúde e educação, entre outrassergipe 130922

O g1 resume os principais pontos das propostas dos candidatos ao governo de Sergipe, nas eleições de 2022.

Confira abaixo, em ordem alfabética, os planos de governo já cadastrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE):

Delegado Alessandro (PSDB)

úmero de Páginas: 11

Resumo: o plano de governo destaca, entre outras coisas, a necessidade da colaboração da sociedade dos gestores municipais para a sua realização.

Alessandro Vieira se compromete, se for eleito, a reduzir o ICMS sobre o querosene, criar o Programa de Saúde Mental nas escolas e ampliar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Dr. Cláudio médico geriatra (DC)

Número de páginas: 9
Resumo: o plano de governo cita a importância da otimização do aproveitamento das riquezas do estado de Sergipe.

Dr. Cláudio Médico Geriatra se compromete, se for eleito, fomentar o turismo adaptado; reduzir a distorção idade/série e a evasão escolar e fomentar o crescimento das atividades rurais de acordo com as regionalidades.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Elinos Sabinos (PSTU)

Número de páginas: 39

Resumo: o PSTU apresentou um plano onde diz que pretende atender as necessidades imediatas do povo sergipano, com igualdade e liberdade.

Elinos, caso eleito, tem como prioridade o combate à fome e à desigualdade social. O plano de governo cita uma reforma agrária radical para alimentar e garantir comida barata, além de educação, cultura, esporte e lazer públicos, gratuitos e de qualidade para todos.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Fábio (PSD)

Número de páginas: 111

Resumo: em seu plano de governo, Fábio destaca a importância de um novo ciclo de desenvolvimento econômico e social para o estado.

O candidato se propõe, caso eleito, a acelerar o desenvolvimento econômico, melhorar o quadro de servidores públicos, avançar nas políticas públicas e na garantia dos direitos fundamentais.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Niully Campos (PSOL)

Número de páginas: 26

Resumo: em seu plano de governo, a candidata do Partido Socialismo e Liberdade destacou a importância da garantia de dignidade para a população, através da garantia de direitos à comida, moradia, saúde e trabalho.

Niully Campos pretende, caso eleita, implantar a tarifa zero nos transportes públicos, coleta seletiva de lixo e apoiar cooperativas de catadores.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Prof Aroldo Félix (UP)

Número de páginas: 6

Resumo: o plano de governo do Prof. Aroldo Félix propõe soluções para os problemas mais sensíveis da população humilde.

Entre elas, a criação da Universidade Estadual de Sergipe, auxílio emergencial de um salário mínimo, além da ampliação e interiorização das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Rogério Carvalho (PT)

Número de páginas: 11

Resumo: em seu plano de governo, o candidato do PT ressaltou a aplicação de um desenvolvimento sustentável e rejeição de práticas que não mais atendem aos anseios da população.

Entre os objetivos que o candidato pretende alcançar, caso seja eleito governador, estão: a democratização das relações sociais, mediante o combate às desigualdades e à exclusão social, além do controle social das políticas públicas através da participação de todos os interessados.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)

Valmir de Francisquinho (PL)

Número de páginas: 63

Resumo: Valmir de Francisquinho do Partido Liberal (PL) apresentou um programa destacando a eficiência na comunidade e a inovação dos serviços públicos.

Entre as metas citadas do material, caso eleito, ele diz que pretende ampliar indicadores de desenvolvimento, fortalecer a Rede Materno Infantil e o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) em todas as regiões do estado. Além de criar Centros de Línguas Estrangeiras.

(Acesse aqui mais sobre o plano de governo)


Fonte: Globo.com