logo mobile

Imprimir

Prestação de contas e orçamento do Sindijus são aprovados em assembleia

.

orçamento 750x510 2Os trabalhadores do Tribunal de Justiça de Sergipe se reuniram em Assembleia Geral, na quinta-feira, 28, na Sede Cultural do Sindijus para deliberar sobre a prestação de contas do exercício de 2018 e a proposta de orçamento de 2019.

A reunião iniciou com a apresentação da assessora contábil do Sindijus, a contadora Quésia Carvalho Gomes, explanando os dados da Demonstração do Resultado do Exercício de 2018, onde constam todos os resultados financeiros da entidade sindical, os valores das receitas e despesas, assim como o percentual de cada uma em relação à arrecadação anual. No ano de 2018, o valor total das receitas foi de R$ 1.610.524,33 e das despesas, R$ 1.500.780,18. O relatório constatou um superávit de R$ 109.744,15.

Dando prosseguimento à prestação de contas, o coordenador de Administração e Finanças Alexandre Rollemberg detalhou o orçamento realizado em 2018, apresentando o que foi arrecadado e gasto em comparação aos valores orçados para o período. Na explanação, foi demonstrado que algumas despesas ficaram abaixo da previsão que tinham sido orçadas, a exemplo dos Convênios, Despesas Administrativas, Prestadores de Serviços, Despesas Jurídicas, entre outras.

Encerradas as apresentações, foi apresentado o parecer do Conselho Fiscal do sindicato pela aprovação das contas do exercício de 2018. Após debates, as contas foram colocadas em deliberação e aprovadas pela categoria.

 

Orçamento 2019

O segundo ponto de pauta da assembleia foi a apresentação e aprovação da peça orçamentária do Sindijus, documento que contém a previsão de receitas e estimativa de despesas para o ano de 2019. O orçamento leva em consideração a arrecadação e as despesas do ano anterior, adequando-as às estratégias e aos projetos que serão implementados pelo sindicato neste ano de 2019.

orçamento 750x510“A assembleia de prestação de contas e aprovação do orçamento é de fundamental importância, pois nela discutimos e aprovamos as receitas e despesas do sindicato. É o momento democrático em que os sindicalizados decidem como e qual Sindijus querem para este ano, com que estrutura e quais atividades e projetos pretendem realizar”, explica Alexandre Rollemberg.

 

O orçamento foi aprovado pela Assembleia Geral seguindo os projetos apresentados pela diretoria. O investimento dos recursos do orçamento aprovado foi distribuído da seguinte forma:

  • Despesas com Pessoal - 24%
  • Despesas com Prestadores de Serviço - 7%
  • Despesas Administrativas - 14%
  • Atividades Recreativas - 7%
  • Representações - 2%
  • Contribuições Associativas - 6%
  • Formação Sindical - 2%
  • Fundo Solidário - 1%
  • Jurídicas - 12%
  • Relacionamento com Servidores - 2%
  • Campanhas Salariais e Específicas - 24%

 

Clique aqui e confira o Orçamento para o ano de 2019

 

 

As contas do Sindijus podem ser conferidas no site do sindicato no menu “Transparência”.