logo mobile

Imprimir

Uber faz acordo no Reino Unido e motoristas vão poder fazer parte de sindicato

.

 

É a primeira vez que a empresa reconhece um sindicato de motoristas do aplicativo no mundo

image processing20200201-29235-1e4b6m5


Fonte: Brasil de Fato

Filipe Araújo/ Fotos Públicas


O Uber vai firmar um acordo histórico com o GMB, um dos maiores sindicatos do Reino Unido. Essa é a primeira vez em todo o mundo em que a empresa reconhece um sindicato de motoristas do aplicativo.

De acordo com a Bloomberg News, o sindicato vai poder representar milhares de motoristas da empresa no Reino Unido, permitindo que seja feita negociação coletiva, por exemplo. A medida aconteceu depois de uma derrota da Uber na Suprema Corte do Reino Unido, que decidiu que os trabalhadores têm direito a um salário mínimo e outros benefícios.

Mesmo dizendo que as estruturas tradicionais de emprego são incompatíveis com o trabalho flexível e a flutuação da demanda de clientes, a Uber está vendo a situação ir contra a argumentação da empresa, especialmente em países da Europa.
Nos últimos anos, muitos sindicatos surgiram na região para representar os trabalhadores da economia sob demanda. Entre eles, estão o Independent Workers Union do Reino Unido e o App Drivers and Couriers Union. No entanto, o sindicato GMB é o primeiro a ser reconhecido pela empresa.

De acordo com James Farrar e Yaseen Aslam, do sindicato App Drivers and Couriers Union, que lideraram o caso na Suprema Corte contra a Uber, o acordo é "um passo na direção certa". Porém, eles dizem que estão incomodados com o comportamento "desagregador e anti-sindical da Uber nos Estados Unidos".

Edição: Vivian Virissimo